14 dezembro 2009

Todas as noites ouço uma voz que é ouvida só por mim, trata-se de uma voz conhecida e muito íntima.
Por anos ouvi o dono dela palavreando frases de amor perto dos meus ouvidos de um jeito manso irresistível, agora ouço por intermédio da imaginação. Levo-o a qualquer lugar, seu som vai aonde eu for.
Às vezes puxo-o para perto de mim quando vou à cafeteria tomar chá de jasmim. Ele me faz companhia, assim não preciso abrir jornais ou revistas e perpetuo nosso programa da matina. Fico calada com meio sorriso estampado no rosto, ouvindo meu amor sussurar elogios e promessas de um futuro diferente do presente.
Quando estamos juntos esqueço o dia em que o peguei no flagra com outra mulher, eu já perdoei.
Estou aguardando apenas que ele se decida e volte pra mim.
Ultrapassei a faixa da realidade, estou beirando a mediocridade e me afogando na lama - nele.
Minha vida não é nada mais que sonho distorcido, mas só assim eu fujo da solidão de ser só uma.
Ele me abandonou e ele mesmo me ajuda a superar a dor que me causou. É um destruidor que reconstrói, apesar da ditância. Tenho vivido com ele no peito, com a voz dele impregnada em meus dedos.

Enquanto escrevo ele me chama pra tomar chá na cafeteria da esquina.
Vou antes que ele comece a sair da minha vida.




Vida de ilusão, um.

8 comentários:

Francimare Araújo disse...

Saudade é angustiante, sei que estás assim, só a espera...

Beijos da Franci!

Felipe Braga disse...

Agora tenho o prazer de te ler em dois lugares, doçura.
Haja inspiração, adoro.
Adorei o texto e o interpretei como uma das vertentes do amor.
Beijos.

Luciana disse...

Gostei do texto... me fez pensar em quantos casos assim não acontecem por aí. Não deixa de ser amor...

E esse fato da voz, lembrou-me da minha saudade... Ouvia a voz dele, mesmo com a distância.

Beijo!

Alvaro Vianna disse...

Tem muita gente do que se pensa inventando loucuras para atenuar desilusões.

Thaysa Oliver. disse...

Se eu passar uma vida sem ler teus textos, ainda assim quando eu voltar, tu vai ter escrito alguma coisa DIRETAMENTE PRA MIM!
É inacreditável!
A ilusão é menos amarga do que a realidade!

Beijo Flôr =*

Eduardo P.L disse...

Dica,

parabéns pelo seu texto! Obrigado por ter comentado na Vítima da Quinta!

Volte sempre!

romerioromulo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
romerioromulo disse...

dica:
te encontrei no carlus.
romério